Pular para o conteúdo
22/09/2011 / Campo de 11

Há 10 jogos sem vencer, Fla é totalmente dependente de Ronaldinho

Não é questão tática, técnica ou física. Mas sim geral. O Flamengo, a cada rodada, se torna mais dependente de Ronaldinho Gaúcho. Nesta quarta-feira, o time voltou a jogar mal, contra o Atlético Mineiro, em Sete Lagoas, e só não saiu derrotado graças ao camisa 10 rubro-negro. Em chute colocado após cabeçada inteligente de Thiago Neves, R10 salvou o Fla da derrota. Mas tomou o terceiro cartão amarelo e desfalca o time no próximo sábado, contra o América-MG, no Engenhão.

A terceira suspensão do meia rubro-negro é absurdamente preocupante para Vanderlei Luxemburgo, que não consegue fazer o time jogar bem. Sem uma zaga segura e com volantes que erram muitos passes na saída de bola, o Flamengo é um time muito inconsistente. Pior ainda é quando os meias têm atuações apagadas. Inoperância total. Que só poder ser salva por um lance isolado. Um lance de craque. Um lance de Ronaldinho Gaúcho.

Aberto à esquerda no 4-3-1-2 de Luxa, o craque não fez bom primeiro tempo contra um Atlético Mineiro melhor durante todo o jogo. Bem marcado pelo lateral-direito Serginho, recebeu poucas vezes a bola e teve pouquíssimos espaços para criar. Os seus tradicionais lançamentos longos em profundidade sequer foram tentados, uma vez que Jael é centroavante de pouca mobilidade e Thiago Neves não se deslocava em campo, a fim de receber a bola.

A situação só foi melhorar na segunda etapa, com as entradas de Deivid e Negueba. Sobretudo a do segundo jogador, que abriu o time num 4-2-2-2 interessante, com ele pela direita e Renato Abreu pela esquerda na armação das jogadas. Mas era dos pés de Ronaldinho que continuavam saindo as principais jogadas. Sempre da ponta-esquerda. Ora um lançamento, ora um passe, ora uma enfiada de bola, ou até mesmo um simples drible. Ronaldinho arranjava espaços e tempo para o Flamengo crescer na partida.

Apoiado pela subida de produção de Leonardo Moura, que fez boa partida depois de muito tempo, R10 passou a ser o dono da partida. Primeiro, com um chute colocado, que contou com o desvio do zagueiro Leonardo Silva, para empatar a partida. Depois, criando chances para quase virar o placar.

Impressiona a forma como o Flamengo depende de Ronaldinho Gaúcho. Resta saber como o time irá se comportar no próximo sábado, quando não terá o craque à disposição. Provavelmente veremos um time com uma defesa desarrumada, um meio-campo morto, sem padrão de jogo e um ataque inoperante. E o pior: sem um craque que possa decidir a favor, ofuscando todos esses problemas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: