Skip to content
14/09/2011 / Boleiragem Tática

Benfica 1 x 1 Manchester United – Preguiça x falta de definição: o duelo do 4-4-1-1 em Lisboa

O duelo do 4-4-1-1: parte 1

Prestes a encarar um dos melhores times do mundo, o treinador benfiquista Jorge Jesus resolveu mexer na equipe. Do 4-2-3-1 dos últimos jogos mudou para o 4-4-1-1, a fim de encaixar a marcação contra o mesmo esquema utilizado por Alex Ferguson. E acabou por fazer um jogo bastante parelho contra um Manchester United desfalcado  de alguns titulares, poupados para o duelo contra o Chelsea, pela Premier League, no próximo domingo.

Entre os desfalques, estavam  os zagueiros titulares Vidic e Ferdinand, considerados uma das melhores duplas de zaga da Europa. Em seus lugares, Smalling e Evans entraram com a missão de neutralizar o gigante Cardozo. Foram mal. No gol benfiquista, o paraguaio teve tempo para matar a bola, girar e chutar, de perna direita. O empate veio com Giggs, no fim da primeira etapa, quando o Manchester era amplamente dominado.

O encaixe na marcação permitiu ao Benfica mais espaço e tranqüilidade para pôr a bola no chão e controlar a primeira etapa. Enquanto a dupla de volantes se concentrava no cerco a Giggs e a dupla de zaga tentava anular Rooney, os laterais batiam de frente com os wingers do time inglês.

Com Aimar participativo na transição meio-ataque e Gaitán muito bem pelo lado esquerdo, o Benfica chegou a dominar o jogo na primeira etapa. Diante de um time muito preguiçoso, transbordando lentidão, sobretudo no meio de campo, os donos da casa controlaram boa parte dos primeiros 45 minutos.

Pela esquerda, com Emerson mais contido e Gaitán voando baixo, os portugueses sufocavam o brasileiro Fábio. De lá saiu o ótimo lançamento para o golaço do paraguaio Cardozo, aos 23. A essa altura, o Benfica já era dono do jogo, mas sem muita intensidade no ataque. Na defesa, Luisão fazia partida absoluta, inclusive no cerco a Rooney, que pouco tocou na bola durante todos os 90 minutos.

Na base da sorte, porém, o Manchester empatou. Ou seria na base do talento? Mal no jogo bem como todo o time, Giggs recebeu na ponta-direita, entrou em diagonal e acertou um belo chute no ângulo esquerdo de Arthur: golaço de empate. Gol achado que recolocava o Manchester no jogo, mesmo sem merecimento.

Pressionado nos primeiros minutos, o Benfica começou o segundo tempo mais atrás. E mais lento. Pela direita, Valência ditava o ritmo de um United transformado no intervalo – com menos preguiça de trabalhar a bola, criar jogadadas e atacar com inteligência. Mas um United que ainda não conseguia fazer a bola chegar até seu artilheiro, Wayne Rooney.

Se a bola não vai até ele, ele vai até ela. Recuando quase como um falso-nove, o camisa 10 dos Red Devils tentou, assim, entrar no jogo. Mesmo assim, pouco fez. Um passe pra cá, um lançamento pra lá. Até fazer um belo corta-luz para Giggs sair de cara para o goleiro Arthur: defesaça do brasileiro.

Do outro lado, o Benfica não se deixava dominar por completo. Todavia, também não conseguia impor o seu ritmo do início da primeira etapa. Valorizando a posse de bola, mas sem quase nenhum poder de definição, girava o jogo no meio de campo, à espera de uma brecha. Agora pela direita – devido a entrada de Nolito no lado esquerdo -, Gaitán continuava sendo a principal válvula de escape para o bem marcado Aimar, que mesmo aos 37 anos de idade, continuava abusando do senso de participação ofensiva.

Com o tempo, o jogo foi caindo de ritmo. E de técnica. Nem mesmo as mexidas de Ferguson – que colocou Nani e Chicharito nos lugares de Fletcher e Valência – e a entrada de Matic no lugar de Aimar foram capazes de mudar o panorama que se construía. Sólido, porém sem o menor poder de definição, o Benfica teve de se contentar contra um dos candidatos ao título. Ainda que este não estivesse com sua força máxima.

O duelo do 4-4-1-1: parte 2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: