Pular para o conteúdo
03/10/2010 / Campo de 11

Chelsea 2 x 0 Arsenal – A vitória da eficiência

Poucos times no mundo conseguem jogar bem no Stamford Bridge diante de um Chelsea que, cada vez mais, parece favorito a tudo que disputa nesta temporada. Raríssimas equipes têm a capacidade de dominar, na casa dos Blues, o time comandado por Carlo Ancelotti. O Arsenal foi tudo isso e um pouco mais neste domingo. Jogou muito. E perdeu. Injustiça? A palavra não é esta, e sim eficiência.

Primeiro tempo: Ambas as equipes no 4-3-3 clássico, com os "wingers" entrando na diagonal e os volantes tocando bem a bola e marcando bem. O diferencial foi Drogba, o artilheiro do clássico, com um golaço de letra.

Pragmatismo por parte do Chelsea, que, frio, calculista, forte, não sabe perder. O líder da Premier League joga um futebol pouco vistoso, de força. Um futebol campeão, ao estilo Muricy Ramalho – em adaptação ao futebol brasileiro. No 2 a 0 sobre os Gunners, o 4-3-3 azul se fechou bem na defesa e foi fatal na frente com o Senhor dos Dérbis, Didier Drogba. Isso sem Franck Lampard, ainda desfalque.

Tocando bem a bola, o 4-3-3 vermelho era pensante demais, e pouco decisivo. Fabregas não fez tanta falta. Wilshere foi bem na organização do meio-campo. O problema era na frente. Chamakh não consegue finalizar e criar chances de gol. Não justifica a bagatela gasta na sua contratação. O Arsenal de hoje tem o mesmo problema dos de anos atrás. Desde a saída de Adebayor, Arsène Wenger não achou uma nova referência de área. E de que adianta criar, tocar a bola, envolver o Chelsea, se não há um matador nato para empurrar a bola paras redes?

Por ironia, os Blues têm esse cara. E que artilheiro. Por sinal, o maior da história do dérbi, com 13 gols, contando o que ele fez neste domingo, de letra. Um golaço, bem ao estilo de Drogba. Todavia, não é só de seu artilheiro que o Chelsea vive. Na defesa, o time é muito consistente. E no dérbi ainda pôde gozar de um Ramires implacável na marcação. Sem falar nos desarmes imponentes de Obi Mikel e Essien. O sistema defensivo azul é absurdamente eficaz.

No entanto, passava o tempo e o Arsenal só crescia no jogo. Dominava completamente o Chelsea, que arriscava alguns contra-golpes perigosos. Rosicky entrou no lugar de Diaby e mudou o esquema e a velocidade do time. Agora no 4-2-3-1, os Gunners encurralavam ainda mais os Blues, que se fechavam na entrada da área. De certa forma, covardemente. Ou melhor, eficientemente. Eificiência é a palavra que define este time azul. E perfeição, a cobrança de falta de Alex. Golaço que definiu o jogo. 

Antes de Wenger se desesperar e pôr o time, de forma desorganizada à frente, o Arsenal jogava num 4-2-3-1 bem definido, com Rosicky bem pela esquerda e Nasri por dentro. Chelsea ainda no 4-3-3, agora com Zirkhov no lugar de Ramires

Com dois gols de vantagem, ficou ainda mais fácil. Devido, também, ao desespero de Wenger, que jogou o time pra frente nos minutos finais de qualquer maneira. Com Thomas e Chamkh na frente, três meias e somente Song na cabeça de área. O Chelsea agradecia nos contra-ataques. E o terceiro gol só não fechou com chave de ouro a vitória da eficiência porque Essien quis enfeitar. Não quis ser pragmático. Não foi fiel à camisa que veste. Sem problemas, o triunfo estava garantindo. E a liderança também. O Chelsea que joga para vencer promete muito nesta temporada.

Anúncios

One Comment

Deixe um comentário
  1. Rafael Andrade / out 5 2010 14:21

    A eficiência desse Chelsea é impressionante, o time tem o dom de saber aproveitar as oportunidades. Olha, até que o Chelsea do Ancelotti tem um “Q” dos times do Muricy, mas com uma grande vantagem de não sentar em cima de 1 a 0, prova disso são as inúmeras goleadas da equipe azul.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: